MENU

 Artigos >> As melhores informações para o seu Vestibular
Confira as orientações e informações que podem ajudar na aprovação!!
 
Distraído se Aprende Menos

 

Distraído pode se Aprender Menos

O estudo, publicado na edição desta segunda-feira da Proceedings of the National Academy of Sciences, também fornece pistas de por que isso acontece. 

"O que é novo é que mesmo que você consiga aprender enquanto está distraído, isso muda a maneira como você aprende, tornando o processo menos eficiente e útil", disse Russell A. Poldrack, professor de psicologia da Universidade da Califórnia, em Los Angeles. 

Isso poderia afetar muitos jovens.
Um estudo feito pela Fundação Familiar Kaiser no ano passado descobriu que crianças e adolescentes da 3ª série ao 3º colegial devotavam, em média, quase seis horas por dia à televisão, vídeos, música, vídeo games e computadores. 

Como explica Poldrack, o cérebro aprende de duas maneiras diferentes. 
Uma, chamada de aprendizado declarativo, envolve o lobo temporal médio e lida com o aprendizado de fatos que podem ser lembrados e utilizados com grande flexibilidade. 

segunda, que envolve o corpo estriado, é chamada de aprendizado por hábito. 

Por exemplo, no aprendizado de um número de telefone você pode simplesmente memorizá-lo, utilizando o aprendizado declarativo, e pode depois relembrá-lo sempre que necessário, explicou Poldrack. 

Um segunda maneira de aprender é por hábito. Segundo Poldrack, se você discar este número repetidas vezes, conseguirá usá-lo novamente mais tarde, mesmo que não se lembre dele conscientemente. 

Memorizar é muito mais útil, disse ele. "Se você usar o sistema por hábito, você terá que estar na frente de um telefone para recriar os movimentos". 

Seus pais estavam certos: não estude com a televisão ligada. 
Fazer várias coisas ao mesmo tempo pode ser uma necessidade no mundo rápido de hoje, mas uma nova pesquisa mostra que as distrações afetam a maneira como as pessoas aprendem, fazendo com que fique mais difícil utilizar, mais tarde, o conhecimento adquirido. 

O problema, disse Poldrack, é que os dois tipos de aprendizado parecem competir entre si, e quando alguém está distraído, o aprendizado por hábito parece assumir o controle do aprendizado declarativo. 

Isso não significa que ele acredite que um ambiente silencioso seja essencial - música pode ajudar no aprendizado, pois pode deixar o indivíduo mais feliz, de acordo com ele. 

Mas, no geral, "a distração é quase sempre uma coisa ruim". 
O que Poldrack e seus colegas fizeram foi estudar as partes do cérebro em uso quando 14 pessoas estavam aprendendo. 

resultados mostraram que quando aprendendo apenas uma tarefa, o cérebro usou a região associada à memória declarativa, enquanto que a região da memória por hábito foi associada ao aprendizado de duas tarefas ao mesmo tempo. 

Os resultados sugerem que pelo menos um pouco da informação está sendo aprendida mesmo quando estamos distraídos por uma segunda tarefa, disse Chris Mayhorn, que ensina psicologia na Universidade Estadual da Carolina do Norte, que não fez parte da equipe de pesquisa de Poldrack.

O aprendizado de duas tarefas ao mesmo tempo não afetou a habilidade dos participantes de realizar a tarefa na hora, mas reduzir seu conhecimento sobre ela, durante uma sessão mais tarde. 

Fonte: www.estadao.com.br

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

VestibularWeb - O Site de dicas, notícias e novidades de vestibular pra vc! Desde 07/2000

Topo

.