MENU

 Redação >> Elaborando uma redação nota 10
Redação para vestibular
 
Redação: a fonte para se sair bem no vestibular

 

Redação: a fonte para se sair bem no vestibular

"Redigir um bom texto é um processo que o aluno constrói com o tempo e com muita dedicação. Assim, para se escrever bem deve haver um treino constante. 
Engana-se quem acha que fazer uma dissertação é questão de inspiração. Podemos dizer que o ato da escrita exige 99% de transpiração (muito esforço e dedicação) e 1% de inspiração".

Luci Prudente de Mello

É baseado na afirmação da professora de Literatura e Gramática, do Colégio Assumpção em São Paulo, Luci Prudente de Mello que o Instituto Henfil, vem auxiliar você, nesta parte fundamental para obter sucesso no vestibular. Portanto não perca tempo e comece agora mesmo a treinar. 
Seguindo as dicas abaixo: Um dos mais graves erros que pode ser cometido pelo vestibulando, e que é nota zero na certa, é produzir um texto que fuja completamente do tema proposto. Para evitar esta terrível armadilha, é importante que você, antes de começar a sua dissertação, faça um pequeno esquema, determinando o tema a ser tratado. 
Delimite o assunto, uma vez que o mesmo pode ser muito abrangente e é impossível esgotar o tema em poucas linhas. Além disso, escolha um ponto de vista a ser defendido, pois ele será o fio condutor de sua dissertação e, por isso, deve ser bastante claro e bem determinado na introdução do texto, ou seja, no primeiro parágrafo. 

Para sustentar a sua tese, o seu ponto de vista, é necessário que você tenha argumentos fortes e coerentes. Assim, determine em seu esquema alguns argumentos que você irá usar em seu texto. 

É bom lembrar que o texto dissertativo é estruturado em três partes: introdução, que corresponde ao 1º parágrafo, onde deve estar muito clara a sua tese; desenvolvimento, que corresponde ao 2º, 3º, 4º e etc., dependendo do número de linhas que serão exigidas pelo vestibular, onde você defenderá, com os argumentos escolhidos, a sua tese, e a conclusão, que corresponde ao último parágrafo, onde você fará a conclusão lógica da tese proposta no 1º parágrafo e que foi fundamentada com os argumentos discutidos no desenvolvimento do texto. 

Ao fazer este esquema, você poderá observar se não há contradições. Por exemplo: a tese é a defesa dos direitos humanos e os argumentos defendem a pena de morte. 
Há aí uma contradição lógica entre a tese e os argumentos ou, então, concluir a dissertação negando a sua tese. Portanto, preste muita atenção na estrutura lógica do texto. 

Para se discutir um assunto, é importante que se tenha uma formação geral e global. 
Por isso, a dica é ler muito mesmo, sobre os mais variados assuntos e muita leitura de jornais e revistas, os quais abordam temas da atualidade, que são geralmente pedidos nas provas de redação. 

Embora a tese seja a sua opinião sobre determinado assunto, no texto dissertativo não se deve usar a 1ª pessoa do discurso, como "eu acho", "eu penso", "eu acredito" e etc. e também não dê conselhos ao leitor. 

Muitas vezes, quando não se domina muito o tema, o aluno tende a usar várias frases interrogativas, com o objetivo de "enrolar", para conseguir o número de linhas exigidas pelo exame vestibular. 
Esta estratégia utilizada não engana o examinador do seu texto, que saberá que você não conhece o assunto proposto. Lembre-se, dessa forma, que fazer dissertação é responder perguntas e não, simplesmente, fazê-las sem respondê-las. 

Mais algumas dicas: 
* Dê seqüência progressiva e lógica às idéias; 
* Evite repetição de idéias; 
* Evite repetição de palavras. Use sinônimos; 
* Escreva cada parágrafo com uma única idéia central, desenvolvendo-a com clareza e objetividade;
* Não faça generalizações como todo mundo, ninguém e etc; 
* Não use frases feitas, clichês e esteriótipos. 

Fonte: Terra Vestibular (vestibular.terra.com.br)

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

VestibularWeb - O Site de dicas, notícias e novidades de vestibular pra vc! Desde 07/2000

Topo

.